Carioquinha falido.

Infelizmente o charmoso e encantador campeonato carioca perdeu seu brilho.

Mesmo com as recentes conquistas dos grandes do RJ como os Brasileiros de Fla e Flu e copas do Brasil de Fla e Vasco, o nível e o formato do carioquinha não mais proporciona ao torcedor do RJ um espetáculo digno de seus áureos tempos perdidos a mais de duas décadas.

Os clubes pequenos se tornaram minúsculos e os grandes não conseguem encantar realizando partidas desinteressantes.

Para coroar, temos uma Federação que atrapalha mais do que ajuda estabelecendo regras insólitas e muitas vezes ilegais, como por exemplo quando decidiu deliberadamente violar a “lei da meia entrada”.

Desta forma, o Carioquinha se tornou uma ilusão e uma “desculpa” para abafar a ineficiência dos atletas, técnico e dirigentes.

Muitos dirigentes utilizam uma taça deste torneio falido para justificar que “seu ano, ou ainda seu mandato não passou em branco”.

Tola ilusão. Enquanto o torcedor carioca ficar feliz e comemorar um título insignificante como este, o RJ jamais voltará a seus tempos de gloria e os times de SP, RS e MG deixarão o RJ na lanterna.

Não comemore o carioca. Incentive os dirigentes a colocarem um “time B” para disputar este campeonato e utilizar o principal em excursões e torneios internacionais e inter-regionais para aumentar receitas e fortalecer o treinamento.

Este é o futuro mais promissor para o RJ.